Sorriso Maroto – Adeus

Na sala da minha casa
Escuto aquele antigo disco que você me deu
No álbum de retratos
Fotos de uma alegria que ainda não morreu
Tudo que realizei
Sinto que não posso nem pensar em solidão
Transformei teus sonhos em verdades
E machuquei o meu coração

No meu travesseiro
Ainda encontro alguns fios de cabelo seu
Ao me olhar no espelho
É impossível não lembrar você a me abraçar
Coisas que idealizei
Eu simplesmente vejo se perderem pelo ar
E por mais que eu mantenha em sigilo
O meu rosto vai me denunciar

Me diz como vai ser
Passar por você sem cumprimentar, um beijo e tchau
Fingir não te ver, evitar saber o seu status atual
Por que ser assim? Me ignorar e sumir?
Como água que escorre pelas mãos
Por gostar tanto de você, não consigo nem dizer
Adeus!

Updated: 31 December 2017 — 08:56

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *